2/23/2008

Para haver milagres

Uma das coisas que se destaca de grande forma na bíblia é a enorme quantidade de milagres realizados por Deus, através dos seus servos e do seu Filho Jesus Cristo!Nós, como Cristãos, acreditamos piedosamente, que Deus pode fazer esses grandes milagres no nosso meio! Mas a pergunta levanta-se sempre! Se acreditamos porque não acontece? O que falta? Será a nossa fé? Será que Deus mudou? A igreja está fraca dizem alguns!

Penso que é mais equilibrado e saudável olharmos para a bíblia e procurarmos as respostas certas! Se é que neste caso existem respostas concretas!

Não existe dúvida em nós que um dos grandes ingredientes para que exista um milagre, uma acção sobrenatural de Deus, é a fé! Passaremos a enumerar vários versículos sobre o assunto!

· “E eis que lhe trouxeram um paralítico deitado num leito. Jesus, pois, vendo-lhes a fé, disse ao paralítico: Tem ânimo, filho; perdoados são os teus pecados” (Mateus 9:2).

· “Mas Jesus, voltando-se e vendo-a, disse: Tem ânimo, filha, a tua fé te salvou. E desde aquela hora a mulher ficou sã” (Mateus 9:22)

· “Então lhes tocou os olhos, dizendo: Seja-vos feito segundo a vossa fé” (Mateus 9:29).

· “Então Jesus repreendeu ao demónio, o qual saiu de menino, que desde aquela hora ficou curado. Depois os discípulos, aproximando-se de Jesus em particular, perguntaram-lhe: Por que não pudemos nós expulsá-lo? Disse-lhes ele: Por causa da vossa pouca fé; pois em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele há-de passar; e nada vos será impossível” (Mateus 17:18-20)!

A argumentação da fé é verdadeira! A fé é necessária para a nossa vida cristã! “Sem fé é impossível agradar a Deus” (Hebreus 11:6)! No entanto isolar os versículos, que falam sobre, do conteúdo geral da bíblia pode ser extremamente perigoso!

Se vós permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será feito” (João 15:7).

Jesus aponta neste texto outra base para pedirmos ao pai com a certeza de que ele fará o que pedirmos! Jesus não falou só da necessidade da fé para que o sobrenatural acontecesse! Jesus falou também da relação entre nós e a Palavra! Na medida em que Cristo e a sua palavra são o nosso interesse (o texto original aponta para uma questão de interesse), ao ponto de se enraizar em nós, então pediremos e será feito!

A questão levanta-se! E quando não acontece? Será que a relação entre nós, Cristo e a Sua palavra foi interrompida momentos antes de pedirmos? Será? Será que nós estamos ligados agora e desligados daqui pouco? Não será isto perigoso?

Jesus é o nosso exemplo! Ele colocou estas duas bases para a ocorrência do sobrenatural! Se alguém as cumpria era ele! Ele tinha no que pedia ao Pai! Ele sabia que pedia ao Pai e o Pai respondia! Ele tinha Fé! Nele estava, num estado perfeito, a palavra; pois Ele é a palavra! Assim temos a certeza de que tudo o que Jesus pede o Pai faz! Será assim? Foi assim?

E lá no jardim quando Jesus, em agonia, pediu ao Pai que o livrasse? Hebreus diz “O qual (Jesus) nos dias da sua carne, tendo oferecido, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que podia livrar da morte, e tendo sido ouvido por causa da sua reverência, ainda que era Filho, aprendeu a obediência por meio daquilo que sofreu” (Hebreus 5:7-8)! Jesus clamou ao pai por Livramento! “Meu Pai, se é possível, passa de mim este cálice” (Mateus 26:39)! O texto de Hebreus revela que ele foi ouvido mas não aconteceu aquilo que era a sua vontade! A vontade do Pai prevaleceu! E agora? Não é a fé e a Palavra de Deus as bases para a ocorrência do sobrenatural? Não era Jesus um homem (ele era muito mais que um homem) de Fé? Não tinha Ele um relacionamento com a Palavra (Ele era a Palavra)?

Creio que hoje em dia vivemos dias de falta de Fé e de relacionamento com a Palavra de Deus, no entanto, mesmo que estivéssemos em dias de perfeito estado de Fé e de comunhão com a Palavra, creio que nem tudo o que pediríamos seria feito (acredito igualmente que aconteceria muito mais do que acontece hoje)! Creio que a expressão de Jesus coloca o ponto final sobre a ocorrência do sobrenatural! “Todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres” (Mateus 26:39). Acima da nossa fé e do nosso relacionamento com Deus e a Sua Palavra, está a Sua vontade! Posso ser um homem de Fé (Jesus era-o); posso conhecer a bíblia e relacionar-me com ela de uma forma perfeita (Jesus fazia-o); posso ter um relacionamento pessoal com Deus “perfeito” (Jesus tinha-o); no entanto nada me garante que tudo o que eu peça seja feito! Porquê? Por causa disto, “Todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres”! Dizer o contrário é afirmar que Jesus, naquele momento, não tinha fé; não se relacionava com a Palavra; não se relacionava com Deus! E isso sim era um absurdo!

17 Biblos:

natenine disse...

Tema delicado. Bem abordado!
Na verdade só podemos pôr fé naquilo que Deus prometeu, se Deus não prometeu que ia curar pessoa x então não será falta de fé se orarmos e essa pessoa não for curada. Por outro lado o que é certo é que um Deus real tem efeitos reais e se isso não acontece também é evidentemente problemático.

Anónimo disse...

A nossa fé é sem duvida um motor que alimenta o nosso andar com Deus. Uma coisa eu sei, Deus tem de confirmar que está conosco atraves das suas maravilhas. João Batista, talvez um pouco esquesito, um pouco mal vestido mas um homem cheio do Espirito Santo e que fazia como que pessoas andassem uns 100 kilometros a pé para ouvirem seu discurso e serem baptizadas. Ele creu sem margem de duvida na vinda do messias já que ele era quem vinha a anunciar a sua chegada. Sem duvida se nós formos cheios do Espirito e cheios da sua palavra, porque a fé vem pelo ouvir a sua palavra certamente iremos ver os seus sinais descritos na sua palavra.

Mar 16:20 E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor, e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram. Amém.

Dta minha perola.

dunamis

Samuel disse...

Oi amigo só para te dizer um olá e Dta.
Miss u guys

Abraço grande á minha afilhada.

Ruben disse...

Apetece-me discutir contigo, mas não por causa deste tema :D

Sobre isto, li uma coisa hoje que acho se adapta bem. Deus não é inflexível. Há uma Sua vontade que Ele nos deixa participar e sermos instrumentos nas Suas mãos. E nesse campo, penso que estão muitos milagres e sinais, uma vez que eles não são, digamos, "essenciais" para a Salvação.

Claro que isto são só ideias..

Deus te abençoe, e discute comigo, por favor..

Abraço com saudades

Daniel disse...

"vontade flexível", até é bonito ;), mas não me parece verdadeiro! Deus não adapta a Sua vontade para nós sermos instrumentos nas suas mãos!Adapta-nos sim, a nós, à Sua vontade, afim de sermos instrumentos nas suas mãos! Não acredito numa vontade de Deus flexível!

Ruben disse...

Eu acho a vontade flexível de Deus um conceito algo estranho. Mas não ponho inteiramente de parte. A equação FÉ+VONTADE DE DEUS é misteriosa. Mas sendo a vontade de Deus aquela que está expressa na Sua Palavra, como a Salvação, curas, milagres, sinais e prodígios, uma relação mais íntima com Deus permite-nos conhecer o Seu coração para agirmos segundo tal. Não vemos Pedro nem Paulo a orar por cura e não acontecer..

Daniel disse...

É um facto! Mas em lado algum afirma que a vontade de Deus é aquilo que tu disseste (não digo que não o seja)!
Só diz que o desejo de Deus é que todo o homem se salve, não que todo o homem seja curado!
Quem clamar a Deus por salvação será sempre salvo, porque se encaixa no seu plano para todos os homens, quem clamar a Deus por cura, tem de o fazer com fé, enraizado na palavra e que coincida com a vontade de Deus!

Ruben disse...

Ouvi o testemunho de alguém que crê na dita e tão debatida "Teologia da Prosperidade". Disse que tinha um amigo pregador que cria nela da mesma forma que ele, que Deus cura sempre. Ao longo do seu ministério essa crença era visível e manifesta. No entanto, a sua esposa adoeceu, e por mais que orasse e a igreja com ele, a esposa piorava e penso que chegou a falecer. Este amigo disse-lhe: "Como é que eu vou continuar a pregar que Deus cura sempre?" Interessante foi a resposta que lhe deu. Disse algo deste género: Apesar de por vezes Deus ter outra vontade, não significa que ia deixar de crer nisso e pregar aos outros com essa confiança. Como "Deus cura sempre" é a regra, "Deus não cura sempre" é a excepção.

Não estou a dizer que concordo :D

Claro que todos podemos construir uma "Teologia" com base em versículos. Mas acho interessante a distinção entre aquilo que deve ser a regra da nossa confiança e a excepção dela. E aí começam tantas divisões de opinião..

Oseias Filipe Faria disse...

No meu entender este assunto é delicado para quem cede ao cepticismo generalizado da acção divina e do conhecimento de Deus. A ocorrência de milagres está dependente da fé e da soberana vontade de Deus. Quando estes factores se reúnem o milagre ocorre. Não basta a fé (pois se Deus não quiser não opera) ou apenas a vontade de Deus (se ninguém quiser milagre Ele respeita). Deus define com quem, como e quando o milagre ocorrerá, mas o milagre só ocorrerá se nesse momento a fé estiver presente. A fé tem assim de ser uma constante naquele que quer presenciar milagres para que quando Deus quiser, como quiser e com quem quiser, o milagre ocorra.

Daniel disse...

Concordo plenamente contigo Oséias! Penso que foi isso que quis passar com o meu texto, Juntando à fé a palavra e a relação com ela!

Ruben, penso que não existem regras com excepção em Deus! Para mim a questão prende-se na forma como Deus vê as coisas e age consoante as circustâncias!
Cada vez mais penso que Deus não age tanto "temporalmente" mas sim circunstancialmente!
Passo a explicar! Penso que Deus não define que no dia tal vai fazer um milagre! penso sim que Deus define fazer um milagre quando determinadas circunstancias se encontram (fé+palavra+vontade divina.
Desta última forma não existe regra com excepção!
Essa frase é no mínimo perigosa pois implica que o nosso Deus muda!
essa frase levanta a questão que Deus exige mais fé de um pastor que foi usado para curar outros, do que de um crente "normal" (sem sentido pejorativo)! O ke era injusto, pois não somos pastores porque queremos mas porque ele nos chamou para tal!

Ruben disse...

Quanto à fórmula FÉ+PALAVRA+VONTADE DIVINA, penso que as questões que se colocam são:

1- De acordo com a Palavra, muitos acreditam que a Vontade Divina é operar curas e milagres SEMPRE. E aí, será sempre a FÉ a ter de operar. Se não acontecer é falta de fé. Penso que ainda ponderam um caso ou outro pontual que Deus tem um propósito de não operar, mas se isso acontecer, Ele diz.

2- Para outros, podemos ter toda a fé do mundo que Deus tem poder e confiar na Sua Palavra, e Deus pode decidir não fazer. Mas há o problema de criar um preconceito: "Para quê ter fé?", e conduzir à frustração.

Não ouso afirmar "Deus cura sempre". Penso que é difícil explicar, porque a incidência bíblica é Deus operar quando nos movemos em fé. Penso que será rara a vez que Deus não decide operar milagres e prodígios, porque os milagres fazem parte do Evangelho e da vida dos servos e discípulos de Jesus.

Daniel disse...

Aí concordo plenamente contigo, o facto de eu acreditar nesta fórmula só nos condena ainda mais! Porque tenho a certeza que não é da vontade de Deus, que muitos dos que hoje estão doentes o estejam, logo a nossa fé tem sido o principal elo "fraco", porque Deus não mudou de comportamento! Se com Jesus e CO ;) era o que era, hoje também e!

Ruben disse...

Acho que acabou a discussão... que chatice!

:D

Deus te abençoe muito

Daniel disse...

lol

Editor disse...

A Paz, Gostaria de Convidar você a participar da Votação!!

O 1° Concurso de Bandas Gospel Independetes Via Blog CLIP GOSPEL MUSIC
esta na Final e você pode votar e eleger a banda vencedora!! Entre Participe!!

(Do dia 08/03 A 15/03)

www.clipgospelmusic.blogspot.com

Deus te abençõe!
Excelente matéria, gostei muito mesmo!

Maria João disse...

Uma Santa Páscoa.
Visita o meu blog e participa na novena da Divina Misericórdia de Jesus.


bjs em Cristo e Maria

GILBERTO disse...

"Cura Divina da AIDS!"


Nascido em 20/8/1962 e criado na Zona Sul do Rio de Janeiro. Venho de
uma família de classe média toda voltada ao espiritismo. Sou filho de
Marilu Scalzo Legey e Milton Pereira Legey (In Memorium), famoso
compositor das décadas de 50 e 60, autor de várias músicas famosas,
dentre elas: Fósforo Queimado, Rolei Rolei etc. Meu pai era irmão de
Aloysio Legey, diretor de núcleo de vários programas da Rede Globo de
televisão (Criança Esperança, Desfile das Escolas de Samba, Show da
Virada etc.), do qual sou sobrinho e afilhado. Fiz faculdade de
Letras(Port/Ing) e academia de artes maciais (Jiu-Jitsu/faixa-preta).
Aos 18 anos, herdei do meu avô materno uma construtora, Arthur Scalzo &
Cia Ltda. Fiquei rico, tinha poder, mulheres, carros, viagens etc. e
tudo mais que o mundo poderia oferecer de melhor.

"Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo
consomem, e onde os ladrões minam e roubam" (Mateus 6:19)

Aos 21 anos, me tornei dependente químico e chegei a usar todas as
drogas, tendo tido inclusive 3 overdoses. Com as drogas vieram a perda
de caráter, da personalidade, a prostituição e a falência. Para tentar
não cair de padrão de vida entrei na marginalidade e no mundo do crime,
passando a comprar carros roubados, posteriormente roubando os própirios
carros, emitindo cheques sem fundos, realizando golpes e participando de
falcatruas. Fui preso, julgado e condenado a 23 anos pelos diversos
crimes cometidos. Participei de diversas rebeliões, motins, greves de
fome etc. Cumpri 8 anos em regime fechado em diversos presídios:
Presídio Ary Franco (Água Santa), Instituto Penal Edgard Costa
(Niterói), Presídio Hélio Gomes e Penitenciária Lemos Brito no extinto
Complexo Penitenciário da Frei Caneca/RJ e 4 anos em regime semi-aberto
no Instituto Penal Plácido Sá Carvalho no Complexo Penitenciário de
Gericinó/RJ. Lá deparei-me com o Diretor Paulo Roberto Rocha, que tinha
sido meu aluno de defesa pessoal quando fez prova para o DESIPE. Ele
foi um dos precursores a incentivar o convênio para usar a mão de obra
carcerária para trabalhar nas ruas, e posteriormente assassinado na
Av.Brasil.

Em 1998, conheci a pessoa que me mostraria a palavra de Deus, e que hoje
é a minha amada esposa, Verônica Legey.

"Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou
não o separe o homem." (Mateus 19:6)

Em 2001, como falei, foi feito um convênio entre a Secretaria de
Justiça, a Fundação Santa Cabrini, a Secretaria de Administração
Penitenciária e a CEDAE, pelo então Governador do RJ, Anthony Garotinho
e o diretor da CEDAE/Zona Oeste na ocasião, Alcione Duarte. Consegui
então, um emprego digno onde trabalhei até Dezembro/2006 na CEDAE.

"Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado
abundou, superabundou a graça" (Romanos 5: 20)

Mas, depois de tantos pecados e orgias, colhi o que plantei. Descobri
que estava com AIDS. Passei 3 anos tomando os coquetéis
anti-retrovirais. Participei de uma campanha feita pelo Pastor Ricardo
Barros de Belo Horizonte/MG, que tem o Ministério da cura...

"Ele é o que perdoa todas as tuas iniqüidades, que sara todas as tuas
enfermidades" (Salmos 103:3)

Deus continua operando os mesmos milagres de 2000 anos atrás, Deus
curou-me da AIDS. Tenho os exames comprovando a cura. Basta aceitá-lo,
arrepender-se, converter-se dos maus caminhos e ter Fé, pois sem Fé é
impossível agradar a Deus. Deus ainda me concedeu o Ministério da unção
da cura e libertação. Temos sido usados como um canal de Bençãos por
todos os lugares onde temos passado, dentro e fora do Estado. Hoje
trabalho só para Deus e congrego na Comunidade Evangélica Família
Cristã em Campo Grande - Pr.Pedro.

"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e
buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu
ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra."
(2 Crônicas 7:14)

"Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele
que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos
que o buscam." (Hebreus 11:6)

Este é apenas um resumo das maravilhas que Deus fez na minha vida.

Convites para pregações, testemunho, palestras sobre dependência
química, DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis), congressos etc,
entrem em contato comigo:
Gilberto Legey
Tels.: (21)2406-2255 ou (21)9847-1444
E-mail: gilbertolegey@cooperadoresdedeus.com;
MSN: gilbertoscalzolegey@hotmail.com
Site: www.cooperadoresdedeus.com