3/06/2007

Não sei o que diga acerca do estado do meu país! Como sabem, aqui em Portugal, foi aprovada, através de referendo, a liberalização do aborto. Sinceramente já o esperava. Nunca imaginei que neste segundo referendo o não ao aborto conseguisse vencer. Não por uma falta de fé, mas porque o que está escrito na Bíblia tem de se cumprir, e Paulo lembra-nos que nos últimos dias muitos ficariam sem "afeição natural" (amor materno).

A minha questão não se coloca com o referendo em si, mas com o que aí vem. Sem dúvida que no futuro, a lei da Eutanásia será estabelecida, a legalização de casamento entre homossexuais ocorrerá, e muitas outras coisas contrárias à Bíblia serão aprovadas.

Quando essas leis forem aprovadas, nós Igreja teremos de pregar contra a lei instituída. Ao faze-lo iremos estar a pregar contra a mesma, e não sei até que ponto, estaremos a correr o risco de sermos presos por defender o evangelho de Cristo.

O que eu desejo motivar a cada um de vós, é que no futuro, quando isto começar a acontecer, sejais capazes de defender o evangelho mesmo que isso vos custe a vida.

Sei bem que este não será o meu post mais bem aceite, mas não sei até que ponto é o mais correcto.

Deus vos abençoe.

8 Biblos:

Lai disse...

Concordo 100% contigo!!
Não fiquei nada chocada com o resultado do referendo - aliás J.C. "avisou-nos" vezes sem conta do que ia acontecer nos ultimos dias...
para que estivessemos preparados...
e não vai ser nada fácil!!
mas Deus não nos prometeu facilidades mas antes "...no mundo tereis muitas aflições mas tende coragem pq eu venci o mundo"

DTA
Lai

Marlene Maravilha disse...

Muito bom meu irmão! Nem podemos imaginar ainda o que nos espera!
Linda musica!
Abraços aqui do Brasil!
Deus te abençoe!

Marcos Sabino disse...

Saudações...

Vimos por este meio dar a conhecer um novo Ministério musical cujo propósito é dar a conhecer a mensagem da Salvação e as verdades bíblicas pelas quais se guia um cristão... deixámos aqui o blogue da nova banda cristã, Os One Reason

http://onereason.wordpress.com

Continua com o teu trabalho na Obra de Deus... força ;)

Maria João disse...

Agora há que lutar ainda mais pela vida e apoiar mais as instituições que ajudam as mães.

Tinoca Laroca disse...

Nessa altura é que teremos a oportunidade de saber se somos ou não...
Filhos de DEUS!
God bless you.
T.

JOÃO PAIM disse...

amado paz seja com vc
eu li um comentaraio seu no sapo sobre axistecia de Deus , e vejo com tristeza o que acontece em portugal, um país tão belo e nossos irmãos estão se afastando cada vez mais de Deus.Mas a nossa esperança não está aqui... samos mais que vencedores em crsto Jesus
foi um prazer espero que posamos mater contato. meu msn é paim2004_@hotmail.com

Pedro Alves disse...

Daniel, o referendo não é vinculativo e além disso, não teve expressão. 1/4 dos portugueses votou sim. Para que um referendo tenha valor legal, têm que votar mais de 56% da população.

Portanto, a grande vitória do sim foi uma farsa. O Alberto João tinha mesmo razão...

samuel disse...

ó pedro alves, amigo!
e quando ganhou o não? foi mais vinculativo?
ficaste assim expert em referendos de repente ou já eras?
mas não há dúvida... em algum lugar tem que estar as pessoas que acham que o Alberto João tem razão. é então aqui...