5/23/2007

Morreu um amigo

Morreu um amigo! Quem conheceu o Carlos Baptista, sabia que era um homem com a capacidade de se fazer criança; era alguém que amava os que o rodeavam, vibrava com peças de teatro, musica, enfim um homem das artes!

No entanto o seu corpo traiu-o. O seu coração adoeceu; ficou fraco na carne mas no espírito era forte, cheio de amor. Nunca esquecerei que pregou na minha conversão, que me ensinou o que sei sobre teatro, não me esquecerei do 11 que me deu na disciplina de Escola Dominical; enfim nunca me esquecerei dele.

Salvo erro, ele escreveu uma música que dizia:

"Neste dia feliz

neste santo lugar

eu marquei um encontro com Deus"

Ele marcou um encontro com Deus, mas agora Deus marcou um encontro com o Baptista num santo lugar, o céu, num dia feliz, pois "Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos" (salmos 116:15).

Até breve Baptista

3 Biblos:

Vilma disse...

Doce é aos olhos de Deus a morte de um dos santos dele.
Um abraço e que Deus te conforte e te ajude nesta ausencia temporária do teu amigo!

Flôr disse...

Amém!

Sinto muito!

Mas a promessa que temos em Cristo, é que esta separação é temporária e isso de algum modo, dá-nos esperança para superar a ausência de quem parte para a eternidade junto do PAI.

Beijinho sentido e cheio do amor do Senhor Jesus.

Flor

Marlene Maravilha disse...

Amém! Cada um tem mesmo o seu tempo determinado para a morte, que para nós é vida; e não podemos ser egoístas, apesar da falta física que sofremos.
Abraços